Você está em - Home - Exames - Eletroneuromiografia

Eletroneuromiografia

 

A eletroneuromiografia é o exame neurofisiológico que avalia as doenças relacionadas ao sistema nervoso periférico.

1. Como o exame é realizado?

O exame é realizado em duas etapas. A primeira etapa é chamada de estudo da condução, onde são feitos estímulos elétricos nos nervos. Os estímulos são de baixa voltagem, podem ocasionar algum desconforto, mas geralmente são bem toleráveis.
A segunda etapa é a eletromiografia, onde é introduzido um eletrodo em forma de agulha, de fino calibre e descartável em alguns músculos. Esta etapa é essencial para avaliar a gravidade das lesões encontradas, bem como avaliar patologias que podem não ser detectadas apenas com a realização da primeira etapa.

O exame pode ser realizado em crianças, adultos e idosos.

 

2. Indicações:

O exame está indicado quando há suspeita de lesão do sistema nervoso periférico, como por exemplo:

• Lesões focais dos nervos (p. ex: síndrome do túnel do carpo);
• Lesões das raízes nervosas (p. ex: radiculopatias);
• Lesão difusa dos nervos (p. ex: polineuropatia);
• Lesão dos plexos braquial e lombossacro;
• Disfunção da junção neuromuscular (miastenia gravis);
• Doenças dos músculos (miopatias);
• Doenças do neurônio motor (p. ex: esclerose lateral amiotrófica);
• Paralisia facial periférica.

3. Contraindicações:

Absolutas:

• Marca-passo do tipo desfibrilador, marca-passo externo.
• Pele com solução de continuidade, infecções de pele (p. ex: erisipela).

Relativas:

• Uso de marca-passo cardíaco (para estímulos proximais dos membros superiores).
• Uso de cateter intracardíaco, acesso central (não podem receber os estímulos elétricos);
• Distúrbios da coagulação (INR> 1.7) e plaquetopenia (<70.000).
• Pacientes em uso de anticoagulantes, onde o TTPA ou INR estejam iguais ou acima de duas vezes o valor de referência. Pode ser necessário, sob orientação médica, retirar a medicação para realizar o exame.

4. Preparo:

• Não passar cremes na pele no dia do exame.
• Não é necessário suspender nenhum medicamento de uso contínuo, com exceção do Mestinon® (Piridostigmina). No caso do uso do Mestinon®, o ideal é realizar o exame com pelo menos 12 horas sem o uso do medicamento. O médico solicitante deve orientar, de acordo com o caso, a suspenção ou não do medicamento antes de realizar o exame.
• Chegar à clínica com pelo menos 30 minutos de antecedência.


5. Prazo de entrega do resultado:

O prazo de entrega é de até 07 dias corridos.

6. Dúvidas:

Estamos à disposição para esclarecimentos através dos telefones (91) 2121-4301, 2121-4299, pelo Whatsapp 91-98011-3763 ou do email contato@neurologie.com.br.

 

Dr. Marcus Vinícius V. S. Gomes 

Médico neurologista, especialista em doenças neuromusculares e
eletroneuromiografista pelo

Hospital das Clínicas da USP de Ribeirão Preto, São Paulo.

Membro titular da Sociedade Brasileira de Neurofisiologia Clínica (SBNC).